Adeus economia velha, feliz economia nova.

O ano de 2008 definitivamente foi marcado por fortes emoções, tanto na economia brasileira quanto na economia internacional.

Alguns fatos mais importantes de 2008 foram relacionados abaixo:


- Fim do CPMF
- Fim da dívida externa brasileira


- O Brasil passa a ser considerado investment grade pela Standard & Poor's e pela Fitch Ratings

- A Bolsa de Valores de São Paulo bate recordes de pontos e transações;
- Crescimento do PIB
- Saída de investidores faz com que o mercado brasileiro de ações sofra crises;
- Ibovespa fecha abaixo dos 30 mil pontos;
- Aumento da inflação;
- Corte dos investimentos privados;
- A Rodada Doha continua paralisada;
- Fusão entre Itaú e Unibanco;
- Banco do Brasil compra Nossa Caixa;
- Oi compra Brasil Telecom;
- A InBev compra a cervejaria Anheuser-Busch;
- A Petrobras é a sexta maior empresa do mundo em valor de mercado;
- Pré-sal.

Mas o que esperar de 2009? Como que estes fatos poderão interferir na economia brasileira?

Na verdade, a economia brasileira fechou o ano de 2008 com resultados positivos. As fusões e aquisições realizadas em meio à crise financeira deverão estimular novos negócios entre empresas.

Uma grande preocupação de 2009 será o desemprego. Até o momento, muitas empresas estão tentando evitar as demissões em massa, mas o mercado de trabalho fica complicado não para quem está empregado, mas sim para quem está procurando uma colocação. A dica é: invista em cursos técnicos, o país está deficiente de especialistas.

A produção de energias alternativas será afetada, principalmente o biodiesel e o petróleo, que teve sua extração atingida e diminuída pelos problemas em torno do pré-sal.

Por fim, com todos estes problemas o Brasil continuará crescendo. Sem dúvidas a nossa economia é a mais preparada para enfrentar a atual crise financeira.

Lembre-se: é durante as crises que enxergamos oportunidades.

Sucessos em 2009!!!
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.