Café com ADM
#

Abaixo o Nepotismo!

O nepotismo voltou a ocupar as páginas dos jornais, revistas e os noticiários da televisão depois da eleição do Deputado Severino Cavalcanti para a Presidência da Câmara dos Deputados e a sua defesa apaixonada da nomeação de parentes para altos cargos na Administração Pública. Um dos exemplos mais antigos e explícito de nepotismo, com todas as suas mazelas e com toda a carga negativa que sempre traz, encontramos na Bíblia, no Velho Testamento, quando Samuel, já envelhecido, nomeou os seus dois filhos como juízes em Israel. Os dois filhos, Joel e Abias, tinham um caráter totalmente diferente do pai, eram incompetentes, eram corruptos e segundo o relato bíblico, só pensavam em dinheiro. Eram venais e perverteram a justiça. No caso de Samuel, a nomeação dos seus dois filhos provocou uma crise, devido à reação dos Anciãos da cidade, que eram as pessoas mais experientes e mais respeitadas e esse fato mudou a história política de Israel. Como se vê é uma prática bem antiga e nunca foi aceita pela população e nem pelas pessoas sérias, em qualquer parte do mundo. A questão é muito simples: Se os parentes são competentes, por que não se submeter a um Concurso Público e se são incompetentes, não há lugar para eles na Administração Pública. Não se trata de discriminação. É, antes de tudo, uma questão ética e moral. Nem mesmo o argumento da confiabilidade consegue explicar tamanha aberração. Não há nada mais perigoso do que irmão, ex-esposa, ex-genro e ex-segurança. A nossa história recente nos mostra isso! Os argumentos mais fortes para jogar a pá de cal nos acusados de corrupção foram levantados por pessoas da própria família. Não basta o político ou o governante não praticar o nepotismo, tem também que proibir que o façam não sua área de influência. Na maioria absoluta das vezes, os parentes nomeados são incompetentes, prepotentes, autoritários e só prejudicam a imagem de quem os nomeia e podem, em alguns casos, até mesmo leva-los à derrota.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.