Café com ADM
#

A verdade sobre o "apagão de mão de obra qualificada"

Eis o Release oficial divulgado pelo Grupo - futura Associação Brasileira de Executivos e Profissionais Experientes:

O outro lado do "apagão de mão de obra qualificada": Abepex

Em rede social, executivos e profissionais experientes, "baby boomers" e "geração x",

repudiam a campanha massiva através da mídia acerca da falta de mão de obra

qualificada para cargos de gestão e liderança no Brasil, e reagem ao anúncio da

importação de profissionais de países recessivos. Uma associação formal – Abepex,

Associação Brasileira de Executivos e Profissionais Experientes – está nascendo da

indignação e busca conscientizar empresários, poder público e entidades relacionadas sobre as consequências da juniorização em cargos de gestão, via a terceirização desastrada de serviços de recrutamento e seleção.


A ABEPEX é fruto do Grupo ABEPEX, criado em um dos grupos de discussão de

executivos experientes da rede social LINKEDIN (rede que conta atualmente com adesão de mais de um

usuário por segundo), onde se destaca o Grupo "Brasil: Vagas Executivas", no qual, desde novembro de

2008, 54.258 (número crescendo aceleradamente) participantes, em todo o Brasil, compartilham as

dificuldades que encontram em sua busca por recolocação. Em menos de 1 mês, em fase avançada de

formação e formalização – CNPJ, sede, estatuto etc. – a Associação já conta com cerca de 800 prémembros

ativos: Profissionais de nível superior e oriundos dos mais variados segmentos de Mercado;

site em construção (www.abepex.org) e "representações" locais, com reuniões já em andamento.


O objetivo do Grupo e da futura Associação, em última instância, é defender os legítimos interesses de

Executivos e Profissionais Experientes com vistas ao seu desenvolvimento humano e profissional;

proporcionando permanente colaboração e patrocinando atividades que visam sua busca de atualização

e recolocação no Mercado de Trabalho.


Executivos e Profissionais Experientes: vítimas do preconceito "etário" em um país onde a expectativa de

vida ativa de Profissionais cresce e o Mercado, - após a "juniorização" em posições de decisão e

terceirização do Recrutamento & Seleção via consultorias de RH -, não acompanha essa realidade e

discrimina Profissionais acima de 40 anos, sob o mote da "desatualização" ou da "incompatibilidade com

novas tecnologias".


O Grupo ABEPEX chegou a esta conclusão através das inúmeras discussões constantes no LinkedIn,

sempre acerca da mesma situação: a dificuldade de recolocação para executivos e Profissionais "Seniors"

(a partir de 40 anos). Recorrentes depoimentos e desabafos, casos reais, questionamentos e busca de

soluções geraram inúmeros tópicos de discussão – um deles o mais movimentado da Rede: "Como

encarar o fator" idade "no mercado de trabalho e no mundo corporativo?", com 2.921 posts, criado em

5/02/2010.


A discriminação é ilegal, mas praticada abertamente por "agências de emprego" – que se disseminaram

em abundância e não sofrem nenhuma regulamentação. Diariamente são publicados "anúncios" de

vagas com preconceito explícito acerca de idade, sexo, aparência, local de residência etc.. A ABEPEX

pretende tornar pública esta situação para toda a sociedade, pleiteando ações imediatas por parte de

Empresários, Gestores, Autoridades e Entidades reguladoras e formadoras de opinião.


A defesa do grupo de Profissionais "Seniors" já teve, na prática, algumas iniciativas, mesmo em âmbito

político, que não foram adiante, por falta de interesse da sociedade ou de representatividade desta faixa

de Profissionais. A ABEPEX quer trazer a questão à pauta e conscientizar sobre o interesse da matéria a

TODA a população – pois todos passarão pela mesma situação, a curto ou longo prazo.


Sob a ótica do Grupo e da futura Associação, a prioridade de recolocação precisa ser dos Brasileiros, em

seu próprio país, sendo inadmissível que um Mercado de Trabalho tão farto de Profissionais Experientes,

de nível superior, Brasileiros, desempregados - embora comprovadamente qualificados -, como seus

membros, seja livremente ocupado por estrangeiros vindos de economias recessivas – realidade

claramente demonstrada pela quantidade de vistos de trabalho concedidos nos últimos meses, em

paralelo à diária campanha de divulgação do falacioso "apagão de mão de obra qualificada", nos mais

diversos meios de Comunicação.


Após completa a sua regulamentação, a ABEPEX também promoverá a aproximação dos Profissionais e

Empresas associadas através de treinamentos, cursos, consultorias de serviços, pesquisas, seminários,

congressos e bancos de talentos para permanente intercâmbio de informações visando os processos de

desenvolvimento profissional e humano de seus membros, sob a égide representativa da Entidade.

Isto propiciará o constante aperfeiçoamento, a atualização profissional e o aprimoramento técnico e

cultural entre os Participantes, mantendo-os aptos a exigir um relacionamento ético e respeitoso por

parte do Mercado, via um organismo forte e representativo dos interesses dessa classe.


Em "bloco", esses Profissionais "Seniors" pretendem obter maior força em suas reivindicações ao

Mercado de Trabalho e à Sociedade Brasileira, e provam que, em termos de adaptação às novas

tecnologias, participam e fazem uso ativamente do poder das Redes Sociais e da Mídia Digital.


São Paulo, 16 de abril de 2011.

Assessoria de Comunicação Grupo ABEPEX.


Contato para maiores informações:

Linda Cristina – lcristina123@hotmail.com – Presidente do Comitê de Fundação ABEPEX.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.