A Oratória, Cronos e Kairós

A administração do tempo é um dos fatores para o sucesso da sua mensagem. Leia o texto, reflita e veja em qual parte você não está sendo assertivo. Boa leitura.

Olá, pessoa!

Este título, num primeiro momento pode parecer um tanto estranho para você, mas, no decorrer da leitura, você vai entender do que se trata.
Explicar sobre administração do tempo da fala exige muitos cuidados, pois podemos dar a impressão de que uma explanação de uma ideia deva ser pautada apenas no relógio. Mas não.
De uma coisa tenha certeza: você não é o único a se preocupar com isso.
O tempo era tão importante para os gregos, que o papel de administrá-lo cabia a dois deuses: Cronos, na medição quantitativa e Kairós, com a atribuição de aferir a qualidade do que era feito em determinado período.
Viu só? Não são só os participantes da era moderna que vivem este dilema.
Cabe lembrar que muitas vezes falamos muito sem que aquilo traga resultado satisfatório nas pessoas que nos ouvem.
Então, é bom fazermos um discurso reduzido, mas com conteúdo.
Em se tratando de uma exposição oral, sempre somos reféns do relógio; daí advém vários problemas, entre eles a falta de interesse, o cansaço e o bocejo da plateia.
Para resolvermos este entrave, algumas dicas se fazem necessárias:
• Na medida do possível, evite o improviso;
• Não use palavras que precisem ser explicadas pela complexidade do termo;
• Faça um roteiro do que precisará ser dito;
• Depois do roteiro, enumere o que é importante em cada item deste roteiro;
• Dedique alguns minutos para refletir sobre o roteiro;
• Evite prolongar sobre os assuntos que você julga entender bem;
• Tire deste roteiro o que achar repetitivo;
• Concentre-se no que quer realmente dizer;
• Controle os insights comuns que surgem na hora da empolgação;
• Anote as frases de efeito que poderão ser usadas em cada item;
• Observe a atenção da plateia;
• Não hesite em abreviar o seu tempo caso perceba que não esteja agradando.
Lembre-se:
É melhor encerrar um assunto quando todos estão interessados em ouvir, do que se prolongar e perder todo o impacto da mensagem.

E que Chronos e Kairós nos protejam!

É isso.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Carlos Cunha

    Carlos Cunha

    Formado em Gestão de Marketing e Publicidade com MBA em Gestão de Negócios. Atuando na área de Comunicação há mais de 1 década, Carlos Cunha transmite confiança e credibilidade quando o o assunto é comunicação para eventos e comunicação corporativa. Ministra cursos e treinamentos para pessoas e empresas. Atua em cerimoniais sociais e públicos e tem forte participação em mídia training para empresários e políticos. Na área de responsabilidade social, profere palestras a jovens , preparando-os para entrevistas de emprego.
    café com admMinimizar