Café com ADM
#

A necrópole a biblioteca e a busca do comportamento mais produtivo.

Só podemos fazer algo se nos lembramos. Assim acontece em relação às tarefas, objetivos, comportamento e atitude. Com relação a comportamento e a <br /> atitude a questão é menos simples, por que dependem de autopercepção treinada e do desenvolvimento da capacidade de processar produtivamente os feedback recebidos dos outros e dos resultados obtidos.<br /> <br />

Só podemos fazer algo se nos lembramos. Assim acontece em relação às tarefas, objetivos, comportamento e atitude. Com relação a comportamento e a
atitude a questão é menos simples, por que dependem de autopercepção treinada e do desenvolvimento da capacidade de processar produtivamente os feedback recebidos dos outros e dos resultados obtidos.


Uma das formas de treinar a autopercepção e desenvolver a capacidade de processar feedback produtivamente é valer-se dos serviços de Coachnig/Mentoring, que é um processo orientado no sentido de contribuir para o crescimento pessoal e profissional. O mentoriado participa, com um profissional sênior com sólidos conhecimentos das teorias organizacionais, das práticas de gestão empresarial e de pessoas, com prontidão perceptiva treinada para identificar comportamentos improdutivos. Esse profissional, preferencialmente, deve ser estranho à organização e ao seu ciclo de relacionamento, para que não haja risco de uma inconfidência involuntária que lhe traga algum desconforto emocional e profissional. O consultor deve ser treinado a fazer perguntas orientadas a favorecer o desenvolvimento da autopercepção e em oferecer feedback e conceitos, para o mentoriado trabalhar, refletir, rever suas crenças, hábitos, atitudes e comportamentos improdutivos, que dificultam a melhor utilização de seus recursos interiores e de seus conhecimentos técnicos. Essas dificuldades, frequentemente, têm origem no processo de socialização e educacional a que foi submetido. Daí procede as contribuições para a construção de um modelo mental improdutivo com severos efeitos negativos sobre os resultados profissionais atuais, dificultando desempenho de excelência, limitando a auto-satisfação e a qualidade de vida para si, para sua equipe e para sua família.

Que contribuições esperar do processo de mentoring ou de qualquer outra técnica de orientação profissional?



O sucesso esconde-se atrás do trabalho duro e inteligentemente dirigido. Qualquer que seja a técnica que você busque para crescer como pessoa e como profissional aqui não tem lugar para o jeitinho brasileiro - nada acontecerá se você não quiser e não estiver disposto a fazer o trabalho necessário para atingir os objetivos definidos. Aprender é mais fácil do que desaprender. Um processo de mentoring bem orientado lhe conduzirá a refletir, sobre um conceito de homem, que esteja alinhado com o de bom senso, com a característica comum a todos os homens e mulheres, com o único evento inevitável na vida das pessoas e das organizações. Levará você a compreender o que venha a ser comportamento produtivo, a ter um conceito de vida que se alinhe com seus objetivos, etc. Estes conceitos fazem parte de um conjunto estruturado que, certamente, facilitarão a substituir o modelo mental improdutivo apreendido por outro modelo mental produtivo construído, conscientemente, por você com o objetivo de ter desempenho de excelência com qualidade de vida para si e para todos de seu relacionamento.



Participar de um processo de mentoring é mais barato do que a manutenção de seu automóvel. Experimente!!! E, os resultados, muito mais compensadores para você, para a organização que lhe paga, para a sua equipe que viabiliza o atingimento dos resultados e para a sua família que divide com você todas as barras.

Se você for daqueles que se acham auto-suficientes, recomendo visitar, semestralmente, um cemitério para ter mais humildade e para lembrar-se de que na morada final somos todos iguais, inclusive aqueles que sofrem do auto-engano de serem insubstituíveis. Na mesma periodicidade visite uma biblioteca para reduzir sua arrogância, vaidade e presunção, constatando que o que sabe é muito pouco no imenso universo do conhecimento e que isso o leve a refletir sobre sua pretensa independência e a focar no dado de realidade da interdependência.

Jansen de Queiroz Ferreira
Diretor da Gestão Polifocal Consultoria, Treinamento e Mentoring.
e-mail jansen@gestaopolifocal.com.br


ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.