A Matrix Política da República

Nosso foco é nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos e assim colaborar para a criação de uma nova realidade a qual nos conduza a rápida e eficaz aceleração do crescimento dos negócios e geração de trabalho que o povo brasileiro tanto necessita.

No decorrer dos anos tenho observado que os governos em nosso país se assemelham muito à série de filmes Matrix , na qual Thomas Anderson –Neo, representado pelo ator Keanu Reeves –descobre em um futuro próximo que a “vida normal” é, na verdade, apenas um programa de computador de inteligência artificial o qual manipula as pessoas enquanto utiliza seus corpos a fim de criar energia para seu próprio sistema. Esse quadro realmente foi intensificado desde de 2006, com a utilização indiscriminada do dinheiro público para manutenção de privilégios pessoais de um pequeno grupo de pessoas às quais eram próximas ao governo.

Se analisarmos a impressionante relação do filme com o sistema político atual onde o Estado quer controlar tudo é chocante, pois se constata quão dependentes estão as pessoas hoje em dia a um favor político ou assistência financeira, sem falar em toda essa burocracia com a qual nos habituamos a viver. Vivemos ocupados, mas será que estamos de fato ocupados com o que verdadeiramente importa?

Nosso foco é nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos e assim colaborar para a criação de uma nova realidade a qual nos conduza a rápida e eficaz aceleração do crescimento dos negócios e geração de trabalho que o povo brasileiro tanto necessita.

No filme, para sair desse “mundo irreal” é necessário tomar um novo remédio para desconectar-se e ir para o mundo real, destruído e comandado pelas máquinas, no qual um pequeno grupo humano de resistência tenta trazer de volta a liberdade opondo-se à tirania imposta pelas máquinas.

Dito isso, faz-se necessário que nós colaboremos para criar uma nova mentalidade que questione o status quo dos líderes atuais e os desafie a pensar em um nível acima dos problemas atuais, pois nesse cenário econômico desafiador a diferença entre o triunfo e a derrota muitas vezes se dá em uma atitude positiva e um compromisso pessoal de fazer o melhor possível, se atendo aos detalhes que agregam valor às pessoas ao nosso redor. Nesses momentos a maneira que realizamos as tarefas torna-se tão importante como o que se produz.

Um cidadão poderia questionar se há esperança e um aprendiz de poeta dirá: sim há um fio de luz que começa a aflorar:

Longe do árido turbilhão da politicada,
o Novo, sonha fazer do Brasil uma nação admirada!
No labor da burocracia da pátria querida, na paciência e na fidelidade do ideal requerido. Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua com um coração destemido!

Em sua primorosa forma se destaca o emprego do esforço; e em sua trama viva se construa uma nova cultura, a riqueza da nação. De tal modo, que sua marca fique viva, rica mas sóbria, com uma ligeira distinção.

Embora Não se mostre em sua estrutura o suplício dos pioneiros que não se enaltecem. E, natural, o efeito agrade, e a todos graciosamente se revelem.

Sem se esquecer dos alicerces do edifício:
Porque a beleza, gêmea da verdade,
arte pura, inimiga da artificialidade,
é a força e a graça da liberdade com responsabilidade.

ExibirMinimizar
aci baixe o app