A importância da qualificação profissional para os jovens

Uma boa capacitação profissional deve se preocupar em além do conteúdo técnico, maneiras de desenvolver os jovens, dando um suporte ao teor apreendido nas escolas e o seu desenvolvimento enquanto cidadão, conhecedor de seus direitos

Segundo o IBGE, a taxa de desemprego no Brasil está alta em relação ao público jovem, cerca de 17,6% (mais que o dobro da média nacional). O desemprego entre os jovens, é um dado persistente no Brasil. Dentre os motivos que contribuem para essa estatística, está a falta de interesse nas empresas em contratar quando há pouca ou nenhuma experiência do candidato.

Nesse contexto, o jovem que tem acesso a uma preparação para seu ingresso no mercado de trabalho, encontra uma ferramenta competitiva interessante que deve ser utilizada. Existem hoje no país diversas ofertas de cursos que visam a qualificação profissional desse público e muitas vezes sem custos para os interessados.

Uma boa capacitação profissional deve se preocupar em além do conteúdo técnico, maneiras de desenvolver os jovens, dando um suporte ao teor apreendido nas escolas e o seu desenvolvimento enquanto cidadão, conhecedor de seus direitos. Quanto à sua empregabilidade formal após o curso, temas como: Trabalho em equipe; Princípios de Liderança; Respeito às diferenças; Falar em público; Pro-atividade entre outros tornam-se indispensáveis para a sua efetivação.

Ensinar como preparar um currículo, se comportar em uma entrevista de emprego e por onde começar as buscas por vagas, por exemplo, são primordiais para quem está em busca da 1ª. oportunidade no mercado de trabalho.

Segue abaixo algumas dicas que podem auxiliar o jovem na escolha do curso:

Posso confiar? Antes de se matricular, procure saber informações da instituição ofertante. Procure saber se o curso tem qualidade. Hoje a internet é um instrumento bastante efetivo na busca por elementos que confirmem ou não a veracidade do que é exposto.

  • Qual é a grade curricular do curso? O jovem deve saber se gosta ou pelo menos se interessa pelas matérias que serão ministradas. O interesse pelo conteúdo é fundamental para a manutenção e conclusão da capacitação ofertada.
  • Quem irá ministrar o curso? Procure se inteirar dos profissionais que estarão à frente desse curso. Se são pessoas habilitadas e preparadas para ministrar o conteúdo proposto.
  • Vai fornecer certificado? Para algumas empresas, se não houver um certificado que comprove que o curso foi realizado, não adianta.
  • Onde acontecerá o curso? Avaliar o local da realização do curso também é muito importante. O jovem deve visitar o local, ver as salas de aula e a infraestrutura que será disponibilizada.

É preciso que o jovem entenda ainda como funciona uma empresa e o que significa pontos como pontualidade, assiduidade, comprometimento e responsabilidade. A vivência em uma empresa e ou a simulação em um ambiente corporativo serão essenciais para que o jovem se sinta mais seguro e confiante e consiga diminuir assim a possibilidade de uma eliminação de um processo seletivo por falta de experiência profissional. E afinal “Sorte é o que acontece, quando a preparação encontra a oportunidade.” Elmer G. Letterman

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento