A gestão estratégica cooperativa
A gestão estratégica cooperativa

A gestão estratégica cooperativa

Para o sucesso da transição dos modelos tradicionais de gestão para os novos modelos de gestão cooperativa, de organizações da era do conhecimento, torna-se necessária a implantação de um processo contínuo de gestão da mudança

Vivemos em tempos de grandes mudanças em âmbito mundial, com a globalização da economia, acirramento da concorrência, novas tecnologias da informação e comunicação e um mercado consumidor cada vez mais exigente e seletivo.

As empresas em geral, e em especial as Cooperativas, precisam realizar a migração de organizações da era industrial para as organizações da era do conhecimento; das novas tecnologias da informação e comunicação.

Os modelos tradicionais de gestão, extremamente engessados e burocráticos, já não dão mais conta das novas demandas do mundo contemporâneo. Hoje as organizações precisam tomar decisões rápidas, atualizadas e assertivas.

Como principal característica, os novos modelos gestão cooperativa têm o capital intelectual como principal diferencial de mercado.

O conhecimento aplicado e compartilhado é hoje um fator crítico de sucesso para as organizações cooperativas. É questão de sobrevivência e de continuidade em um mercado cada vez mais hostil e competitivo.

Para o sucesso da transição, dos modelos tradicionais de gestão, para os novos modelos de gestão cooperativa, de organizações da era do conhecimento, torna-se necessária a implantação de um processo contínuo de gestão da mudança.

Seguem alguns tópicos importantes para a atualização dos modelos de gestão das cooperativas:

1) Desenvolvimento de uma visão holística e sistêmica: desenvolver nas pessoas, em todos os níveis da organização, a visão do todo; o “pensar global e agir local”; desenvolver novos conhecimentos, habilidades e atitudes;

2) Mudanças na cultura organizacional: mudanças no estilo gerencial, para modelos mentais, “Mindset”, mais flexíveis, inovadores e criativos;

3) Adaptações na estrutura organizacional: formação de uma estrutura mais horizontalizada; mais plana, menos hierárquica; que incentive a inovação e a criatividade.

Os modelos contemporâneos de gestão cooperativa têm como principal desafio, promover o desenvolvimento sustentável das organizações. Devem gerar valor (Resultado econômico) para o “empreendimento cooperativo”, para os associados (Pessoas) e para o meio ambiente (Planeta).

Os novos modelos de gestão devem transformar as cooperativas em agentes de promoção do desenvolvimento sustentável, sem perder a sua essência cooperativa, que é o seu principal diferencial de mercado e razão de existir, sua missão, para ajudar a construir um mundo melhor para todos.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento