A Gestão de Pessoas e o empresariado nos planos de governo de São Bento do Sul

A municipalidade de São Bento do Sul e sua competência e dever como indutora do desenvolvimento ambiental e econômico.

Gestão de Pessoas na Administração Pública: pessoas competentes, melhores resultados, matéria publicada no RH Portal em setembro de 2015, vem a tempo para esclarecer como os planos de governo devem buscar contínuos aperfeiçoamentos “de pessoal que não apenas demonstrem o domínio de conhecimentos técnicos sobre matérias específicas, mas que também tenham um conjunto de habilidades e atitudes compatíveis com suas futuras atribuições.”.

Garantindo tal condição, a qualidade da governança municipal pode melhor atuar como indutora de boas atividades econômicas propiciando desenvolvimento econômico e social.

A preocupação do empresariado com o desenvolvimento é indicada, por exemplo no Manifesto aos Candidatos a Prefeito da Acisbs , uma forma de levantar as necessidades da classe empresarial e pedir apoio para melhorias, em busca do desenvolvimento econômico

O dever de atuar para esse desenvolvimento é alcançado com o desempenho e motivação dos quadros da municipalidade, obtidos com inclusive as diretrizes e políticas do prefeito.

Em São Bento do Sul, a prefeitura pretende que “São atribuições da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, a promoção do desenvolvimento econômico, o compromisso com o desenvolvimento sustentável, a elevação da competitividade e a integração econômica regional, a promoção do desenvolvimento do potencial econômico do Município e o reforço às vocações econômicas regionais”.

Há integração suficiente entre as diversas secretárias? Os planos de carreira, cargos e salários e avaliação de desempenho estão estruturados de forma a incentivar, motivar e capacitar os funcionários para tais objetivos?

As inúmeras possibilidades de treinamento à distância inclusive disponibilizadas pelo Senado (http://saberes.senado.leg.br/), universidades, fundações e associações, com qualidade e muitas vezes disponibilizados sem custos estão sendo corretamente empregados pelo ente público municipal?

O Portal da Transparência, instrumento de enorme valia para aproximação entre a municipalidade e inclusive com o empresariado notadamente os empreendedores e de empresas de pequeno e médio porte tem um controle eficiente, ético e útil de suas respostas à comunidade? Colaboram com a missão, visão e valores da ACISBS? Utiliza eficazmente as consultas para formar um banco de dados para atendimento à coletividade e empresariado em seus justos anseios?

Indagações que devem ser respondidas também à classe empresarial eis que delas dependem políticas públicas valiosas à população, tributos, bons empregos e desenvolvimento ambiental, econômico e social.

Notícias divulgadas em 04 07/16 indicando investimentos em Mafra da multinacional alemã Kromberg & Schubert, com a contratação de 700 pessoas, a instalação de frigorífico com a abertura de 835 empregos, anúncio da expansão da Lili com a aplicação de R$ 170 milhões em Três Barras são outros indicadores da precisão da prefeitura atuar mais decisivamente na economia local.

Decisões simples e eficazes adequadas ao momento econômico, atenção às reivindicações do empresariado e da comunidade, e a busca de melhores condições de desenvolvimento do quadro funcional são elementos para “compreender a amplitude do poder municipal na Constituição de 1988 e a sua competência para a intervenção na atividade econômica”.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento