A GALINHA QUE CANTA É A QUE BOTOU O OVO

Você já percebeu quando é que uma galinha canta? Claro que todos sabem! Após botar o ovo, sua primeira providência é abrir o bico e anunciar o seu produto. E com que intensidade este ato é feito! É só ir até o ninho e conferir. Lá está ele, totalmente pronto para o consumo, e se isto não for feito, poderá transformar-se em novos filhotes através da reprodução. Porém, ao contrário das galinhas, muitos empresários relutam em colocar a boca no trombone para anunciar seus produtos e serviços. Claro que isto é muitas vezes inviável financeiramente para muitas pessoas nestes tempos de vacas magras, porém, pequenas ações de marketing podem ser preciosíssimas para divulgação e promoção de sua marca. Quem não conhece a tão falada e poderosa propaganda boca-a-boca? Basta que esta corrente tenha início e todos querem conhecer a tão falada empresa, o tão falado produto, o maravilhoso atendimento, a promoção arrasadora do comércio que não sai das rodas de bate-papo. Existe um livro muito interessante, publicado no Brasil pela MAKRON BOOKS intitulado As 22 Consagradas Leis do Marketing, escrito por Al Ries e Jack Trout. Nele, os autores apresentam as 22 melhores práticas mercadológicas dos últimos 40 anos pelas maiores empresas mundiais. De acordo com esta Leis, quando a empresa comete um erro, fica a ver navios, enquanto a concorrência foge com seus negócios. Mas a que pretende-se apresentar neste artigo é a Terceira Lei do Marketing - A LEI DA MENTE, que diz o seguinte : É melhor ser o primeiro na mente do que o primeiro no mercado. Ser o primeiro na mente do cliente é o que há de mais importante em marketing, pois mesmo que a empresa não seja a primeira no mercado (esta é a primeira Lei do Marketing A Liderança), ela precisa fazer de tudo ser lembrada sempre pelos consumidores. Isto significa que todas as estratégias que forem utilizadas serão fundamentais para colocar a idéia ou conceito na mente do cliente em perspectiva. Muitas são as ações que fazem com que isto ocorra, porém, a Propaganda exerce papel fundamental, pois sem ela a empresa corre o risco de ficar no anonimato. Quando se penetra em um mercado concorrido como o atual, é necessário fazer um grande investimento em anúncios, promoções e publicidade através dos diversos canais de comunicação disponíveis para o empresário. Se não fizer isto, de nada adiantarão os produtos expostos na prateleira. O processo de comunicação através da propaganda engloba a emissão da mensagem pela empresa, o entendimento do consumidor desta mensagem e o atendimento ao seu chamado. Este processo é muito bem explicado por um modelo chamado AIDA (Atenção, Interesse, Desejo e Ação), conceitos que devem ser levados em consideração na hora de se definir quais as melhores estratégias de comunicação que poderão influenciar os clientes de várias maneiras para que os mesmos respondam ao apelo, comprando os produtos ou marcas oferecidos. Porém, não adianta nada anunciar apenas uma única vez. Para conseguir um lugar precioso na mente do consumidor, a empresa precisa investir muito, e continuamente em sua marca, pois o efeito de sua estratégia de comunicação poderá não ocorrer em um primeiro momento, necessitando tempo, dinheiro e criatividade para obter o êxito desejado. Muitas vezes, a propaganda só poderá ser vista, lida, ouvida e comentada após muito tempo de exposição na mídia. Um exemplo disto é um anúncio publicado em um jornal cujos efeitos seguem da seguinte forma: 1º dia: O leitor nem sequer vê o anúncio. 2º dia: Ele vê o anúncio, mas não se detém a lê-lo. 3º dia: Dá-lhe curiosidade e ele lê. 4º dia: O leitor repara no preço da mercadoria anunciada. 5º dia: Repara na logomarca e nome da empresa que vende o artigo anunciado. 6º dia: Fala do anúncio à sua esposa ou outro familiar e aos amigos. 7º dia: Faz menção de adquirir a mercadoria anunciada. 8º dia: Adquire a mercadoria. 9º dia: Fala do anúncio para mais pessoas de seu convívio profissional e social. 10º dia: Torna a falar às outras pessoas de seu convívio sobre o anúncio, e estes falam dela às suas esposas e amigos. A partir daí, a família e os amigos compram o jornal, e se o anúncio continuar a ser publicado, os efeitos são os da bola de neve.. (Fonte: Jornal do SINDIJORI Sindicato dos Proprietários de Jornais, Revistas e Similares do Estado de Minas Gerais) Ser o primeiro a entrar na mente do possível cliente é essencial para o sucesso nos negócios, no mundo de hoje. Portanto, se não quiser ficar comendo a poeira dos concorrentes, é preciso estar em evidência sempre, promovendo ações que farão com que os clientes ouçam, vejam e percebam que sua empresa existe. Use e abuse dos veículos de comunicação oferecidos (coloque seu nome em todos os lugares outodoors, jornais, rádios, TV, banners, folhetos, traseiras de ônibus, enfim, nas centenas de canais existentes). Não se esqueça que toda vez que a galinha canta, um produto novo se encontra à disposição de seu consumidor. Utilize esta sabedoria da natureza animal para aprender que só é lembrado quem é visto e ouvido. Portanto, mexa-se e comece a colocar a boca no trombone! Ou então, contente-se em ouvir apenas o nome de seus concorrentes toda vez que acessar um canal da mídia!
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.