A fonte da prosperidade

Antes de tudo, prosperidade é o desejo de toda pessoa que "respira" nesta terra. O mais piedoso dos homens anseia por uma vida feliz, confortável e longe da dor e sofrimento. Isto é tão verdadeiro que um servo fiel e piedoso chamado Asafe quase se desvia da fé por não compreender o sentido e a origem da verdadeira prosperidade. (Sl 73).
PROSPERIDADE é ( do latim prosperitate) refere-se à qualidade ou estado de próspero, que por sua vez significa, ditoso, feliz, bem-aventurado, bem-sucedido, afortunado, fartura e abundância.
Se prosperidade é uma vida de abundância, logo também é uma vida onde nada falta. Deus promete a todo aquele que buscar o seu Reino em prioridade nesta vida "terá todas as suas NECESSIDADES supridas" (Mt 6:33 / Sl 23:1 ; 35:27 ; 37:25 / Deut. 8:18 / Ecl. 8:12 / Deut. 28:1-3 / Isaías 1:19,20).

Quando Jesus veio Ele disse: "O ladrão vem somente para matar, roubar e destruir; eu vim para que tenham vida a tenham em abundância".(João 10:10). A vida abundante que Jesus prometeu traz consigo a idéia de uma vida próspera. O cristão tem a segurança de prosperidade da parte de Deus "no tempo presente e no mundo vindouro a vida eterna" (Mc 10:29,30)
Infelizmente, como em muitas outras áreas do evangelho, a PROSPERIDADE é um tema que tem sido largamente pregado e distorcido de sua proposta orginal. Por motivos egoisticamente interesseiros, falta de conhecimento (Oséias 4:6) e uma inclinação natural para uma vida fácil tem levado muitos líderes a abusarem da fé dos fiéis fazendo promessas de enriquecimento fácil, barganhado pela entrega dos dízimos, ofertas volumosas, bens, imóveis e outros produtos como "moeda espiritual" de troca celestial. Ou seja, seduzem as pessoas com palavras articuladas de que podem ser prósperas se entregarem pela fé seu dinheiro ou posses à Deus... ( no caso aqui... à igreja ).

De fato creio que a FÉ é a chave para tudo que espero da parte de Deus. (Hebreus 11:1,6) Porém, uma fé desprovida de uma vida "santa" nos moldes de obediência à Palavra de Deus jamais alcançará dEle a prosperidade que Ele promete. Mais do que o sentimento de fé, a pessoa precisa ser alguém que aos olhos de Deus viva pela fé (Hebreus 10:38), a condição para que alcance tamanha graça é a de ser JUSTO aos olhos de Deus. Coisa tal somente alcançada mediante a fé única, irrestrita e submissa a Cristo que o justifica. (Rm 5:1-5)

A prosperidade vinda de Deus que o homem experimenta nesta terra só pode ser alcançada quando em resposta da parte deste alinhada a um estilo de vida que O agrada. Vários homens de Deus (Abraão, Isaque, Jacó, Davi, José, Salomão, Jabez e inúmeros outros) experimentaram a condição de "riquíssimos" por que o Senhor os abençoava (Gn 12:1-3; 13:2; 14:20; 24:1; 26:12-14; 30;43; 39:2,3,23 / Deut. 15:10/ I Cr. 4:9,10).
Entretanto, você não precisa ser "Riquíssimo" como eles para experimentar a prosperidade que vem de Deus. O que também não impede que venha a ser tão rico quanto eles. O fato é que ninguém alcançará a condição de próspero ou rico sem o "consentimento" ou "benção" de Deus. ATé mesmo aqueles que se enriquecem às custas do alheio, mentira, engano e criminalidade, estão sob a "permissão divina", contudo, sem a cobertura espiritual da qual Deus favorece aqueles a quem Ele abençoa.
"O rico e o pobre se encontram; a todos o Senhor os fez" (Prov. 22:2)
Dinheiro é bom, mas bom mesmo é ter a certeza de que sua conquista veio por meio da aprovação de Deus.
Assim, entendo que ser próspero é viver e contar sempre com o favor divino. Tendo pouco, muito ou "muitíssimo".
ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento