A elaboração da missão, da visão e dos valores nas organizações
A elaboração da missão, da visão e dos valores nas organizações

A elaboração da missão, da visão e dos valores nas organizações

O que expressa o conceito de visão organizacional? Que reflexões a empresa deve realizar a fim de definir sua visão?

Estudiosos em Administração vêm afirmando que a VISÃO é uma explicação do que se idealiza para uma empresa; ou seja, o conceito de visão expressa a maneira pela qual a organização deseja ser reconhecida futuramente. Seria uma espécie de sonho que deve ser viável na implementação e ter conteúdo inspirador e positivo, o qual motive toda a empresa em torno da construção do futuro almejado.

A visão também pode ser pensada como um cenário ou perspectiva; acima dos objetivos da empresa, é a imagem projetada para o longo prazo que deve ser compartilhada e apoiada por todos os colaboradores. Ao defini-la, a organização deve realizar as seguintes reflexões:

• Como queremos ser reconhecidos futuramente?

• Que desafios apresentaremos aos nossos colaboradores?

• O que queremos ouvir dos nossos stakeholders?

• Onde atuaremos com nossos clientes?

• Quais as principais oportunidades que podem surgir?

A VISÃO é iniciada pelo líder, mas na organização visionária existe o líder dos líderes, que implementa a visão de forma participativa. É por essa razão que Collins & Porras ( ) sugerem que é melhor construir uma organização visionária do que se basear em um líder com visão; isto é, se o líder não compartilha a visão, ele é um visionário, mas a empresa não é considerada visionária.

A VISÃO não precisa estar registrada em cada sala. O mais importante é que ela tenha sido discutida por todos, pois a percepção do futuro da empresa não é igual para todos e cada integrante tem o seu sonho e objetivos. O desafio é fazer com que todos tenham oportunidade de participar da elaboração da VISÃO da organização e, após a definição, deve-se compartilhá-la com todos os membros e implementá-la. As características fundamentais para essa implementação são:

• A visão deve deixar claro se já conseguimos atingi-la ou não, estabelecendo direção e foco.

• A visão é idealizada pelo líder, mas deve ser compartilhada, reconhecida e apoiada pela empresa.

• A visão deve ser definida de forma positiva e alentadora.

Missão: o Propósito da Existência da Organização

A MISSÃO é a razão da existência de uma organização, tornando-se a função que ela desempenha no mercado de forma a tornar útil sua ação e justificar seus lucros – do ponto de vista dos acionistas e da sociedade em que atua. Ela é uma declaração de propósitos ampla e duradoura que distingue a empresa em relação a outras que atuem no mesmo ramo de negócios. Assim como na declaração de visão, a missão deve ser de fácil compreensão e precisa conter as principais referências que nortearão as definições estratégicas da empresa. Na formulação da missão, deve-se responder às seguintes perguntas:

• Qual é o negócio da organização?

• Que é o seu cliente?

• Qual é o escopo da empresa?

• Qual a sua vantagem competitiva?

• Qual a sua contribuição social?

Segundo Peter Drucker, elaborar a missão de uma empresa é difícil e arriscado, mas só assim se consegue estabelecer políticas, desenvolver estratégias, concentrar recursos e começar a trabalhar. Para ele, só assim uma organização pode ser administrada visando um ótimo desempenho. Mas, a definição de missão envolve aspectos mais amplos que o lucro de uma organização. Na sua elaboração, trabalha-se com a diretriz de que o lucro não é a explicação, a causa ou único fundamento das decisões e comportamentos da empresa e, sim, o seu teste de validade.

Os valores da organização

São as crenças básicas utilizadas para a tomada de decisões que, segundo Serra, Torres e Torres, os valores organizacionais são os princípios de orientação perenes e essenciais que são intrínsecos somente para os membros da organização. A empresa decide por si seus valores, como honestidade e eles não devem mudar para reagir a efeitos externos. Dessa forma, os valores ou princípios ou credos podem ser entendidos como ideais a serem seguidos e, por isso mesmo, muitas vezes incluem frases e conceitos que nem sempre são passíveis de serem cumpridos.

No entanto, essa circunstância não faz com que os valores fiquem sem validade, pois é muito melhor ter uma lista dos ideais a serem seguidos do que não nortear a empresa com crenças básicas. Sendo assim, os líderes são os patrocinadores pela prática cotidiana dos valores da organização, pois os valores precisam ser transformados em comportamentos e atitudes. Outro fator importante é que os valores precisam ser consistentes com a história e a cultura da empresa.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar