A difícil arte de refletir e mudar

Temos responsabilidade no que acontece hoje no Brasil?

É difícil acreditar que, 21 séculos depois do começo da era cristã, os filósofos gregos, que datam de mais de 600 anos antes de Cristo, eram mais capazes do que nós em raciocínio. Trazendo a data para mais próximo, Darwin em 1959 lança A Origem das Espécies e decanta em suas páginas a máxima, ainda adotada nos dias de hoje, a respeito da evolução das espécies.

Pegando Darwin primeiramente, vamos nos atentar que os animais ditos irracionais tendem a evoluir fisicamente agregando habilidades para cumprir seu papel de sobrevivência. Nesta evolução dos irracionais (?), mesmo os animais do topo da cadeia alimentar (leões, tigres, lobos, elefantes, etc), nunca acabaram com uma manada inteira de animais abaixo de sua cadeia alimentar ou até mesmo com toda vegetação ou frutas de um local, no caso dos herbívoros, e isso se deve ao fato de que, mesmo em sua burrice irracional (?), sabem da necessidade de também manter o equilíbrio nestas outras espécies e locais para que mais tarde volte a se beneficiar.

Até seres vivos desprovidos de cérebro como as amebas e bactérias evoluíram (vide o H1N1, Zica, Ebola, etc), porém, como são desprovidos de intelecto, adoecem e, em muitos casos, matam justamente quem lhes dá condições de sobrevivência.

Relembrando um diálogo do filme Matrix (1999), o vilão ao capturar um dos mocinhos faz uma comparação entre os humanos e as bactérias, lembram?

É deprimente relatar isso, mas se não existíssemos haveria equilíbrio no planeta Terra (caso as amebas e bactérias não dominassem tudo) pela simples razão de sermos os responsáveis únicos pelo desequilíbrio de tudo, inclusive e principalmente o nosso.

Na grande maioria dos textos que tenho publicados aqui neste portal procuro levar o tom mais para a emoção, mas neste quero apelar só para a razão e reflexão.

Hoje vivemos uma situação lastimável no Brasil que muitos, mais desatentos, afirmarão que se deve a política, mas você sabe que a crise é moral e ética.

Pegando os citados no começo deste texto, filósofos gregos e Darwin, este último carimbou a máxima de que a natureza não dá saltos enquanto os primeiros, dentre outras coisas, cunharam a máxima de que o governo é um reflexo de sua sociedade.

Ambas as referências acima estão corretíssimas e qualquer um é capaz de ver que o que temos hoje nada mais é do que o resultado de nossas ações de 10, 20, 30 e quantos anos você quiser colocar para trás.

O governo é corrupto porque nós somos corruptos ou, na melhor das hipóteses (?), terrivelmente omissos. Participamos ou aceitamos furar fila, estacionar em local proibido, adquirir produtos piratas, desviar o olhar frente alguém com necessidades ou problemas, a falta de ética de nosso grupo, família ou empresa desde que não me afete diretamente no momento. Só somos engajados socialmente, fraternalmente, moralmente e politicamente quando há alguma vantagem própria ou para alguém de nosso grupo.

Claro que estou generalizando, mas desafio qualquer um que conscientemente ou não nunca teve um comportamento corrupto ou omisso em uma situação qualquer em sua longa ou curta vida.

O pior deste desafio proposto é a possibilidade real de que haja quem, desprovido de autorreflexão, afiance seu caráter ilibado e suas ações altruístas.

Por favor, pare de se enganar. Sei que vivemos em tempos onde há desculpa para tudo e que o que antes só servia para enganar aos outros hoje serve, incansavelmente, para enganar a nós mesmos, dependendo apenas para que lado da balança você penda.

Culpar a política e os políticos pelos eventos atuais é, promiscuamente, tentar jogar embaixo do tapete o fato de que nenhum deles ocupa um cargo eletivo à bala, mas sim através do seu voto ou devido ao seu parco engajamento para fazer campanha e eleger pessoas melhores, mas até para isso há desculpas como fraude nas urnas, mídia tendenciosa e a principal desculpa do covarde: “A (o) ........... é assim!”. No espaço coloque o que quiser; vida, política, sistema, etc.

Sendo apenas realista e da maneira mais infantil e simplória possível, hoje, qualquer lado que ganhar nesta disputa política, nós perdemos e considero estranho quando alguém se assusta ou se surpreende com isso já que era e é tão óbvio tudo isso desde, no mínimo, quando, por mais um ano de governo, o então presidente Sarney fez os maiores acordos e conchavos imorais da história deste país aos olhos de uma população que, caso tenha ao menos se indignado, reconduziu (e ainda reconduz) tanto ele quanto seus familiares e comparsas várias vezes ao poder. Os políticos beberam e bebem desta fonte até hoje.

Citei apenas um caso mais marcante de pouco menos de 30 anos atrás para evidenciar que os saltos da natureza citados por Darwin realmente não acontecem e, desta forma, caso permaneçamos exatamente como agora, tudo irá se agravar ainda mais.

Precisamos urgentemente nos instruir e informar mais (facebook não é canal de informação, fica a dica). Precisamos aceitar menos como se fosse mais e precisamos acima de tudo refletir e entender nosso papel neste mundo onde sua extensão é infinitamente maior em comparação com nosso umbigo.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento