A culpa é do gerente

O Instituto Gallup entrevistou 1 milhão de funcionários e 80 mil gerentes para tirar essa dúvida sobre a relação gerentes x funcionários e as descobertas são interessantes

Absenteísmo? Demissões voluntárias, desmotivação..Existe um culpado? De quem é a culpa?

O Instituto Gallup entrevistou 1 milhão de funcionários e 80 mil gerentes para tirar essa dúvida sobre a relação gerentes x funcionários e as descobertas são interessantes.
Afirmar que para uma empresa gerar lucros duradouros e reter seus principais talentos é preciso um ambiente de trabalho saudável e que atraia os principais talentos do mercado, todos nós sabemos e os grandes gerentes também sabem.
Mas a Gallup resolveu ir fundo nessa dúvida elaborando 12 perguntas que captam tudo o que se pode saber sobre um ambiente de trabalho, medindo o que deixa funcionários motivados e retêm os grandes talentos em uma empresa: São elas:
  1. Sei o que esperam de mim no trabalho?
  2. Tenho os materiais e equipamentos necessários para realizar o meu trabalho adequadamente?
  3. No meu trabalho, tenho a oportunidade de fazer o que faço de melhor todos os dias?
  4. Nos últimos sete dias, recebi algum reconhecimento ou elogio por realizar um bom trabalho?
  5. Meu supervisor, ou alguém do meu trabalho, parece importar-se comigo como pessoa?
  6. Há alguém no meu trabalho que estimula o meu desenvolvimento?
  7. No meu trabalho, minhas opiniões parecem contar?
  8. A missão/objetivo da minha empresa me faz sentir que meu trabalho é importante?
  9. Meus colegas de trabalho são comprometidos em realizar um trabalho de qualidade?
  10. Tenho um(a) melhor amigo(a) no trabalho?
  11. Nos últimos seis meses, alguém em meu trabalho conversou comigo sobre o meu progresso?
  12. No último ano, tive a oportunidade de aprender a crescer no meu trabalho?

Essas 12 perguntas simples que o funcionário responde em uma escala de 1 a 5 sendo 1 para “discordo plenamente” e 5 para “concordo plenamente”, foram consideradas o melhor modelo de medição de vários outros que foram testados.

O resultado da pesquisa deixa claro que as pessoas abandonam o seu líder ou gerente e não a empresa. Apesar de algumas empresas investirem em gratificações, melhor remuneração, treinamentos, a rotatividade é um assunto de relacionamento com a gerência, então, caros diretores, se o problema da sua empresa for o absenteísmo, a falta de motivação ou rotatividade, olhe para seus gerentes!

Um dos exemplos citados e de destaque nessa pesquisa foi o resultado em uma rede de 300 lojas, com uma média de 100 funcionários por loja. Cada uma dessas lojas segue o mesmo padrão quanto ao prédio, layout, disposição dos produtos ou equipamentos, mas analisando os resultados de duas lojas como exemplo, as diferenças são surpreendentes. Enquanto em uma delas 51% disseram que se sentiam cuidados como pessoas, na outra loja apenas 17% tiveram essa percepção. O que isso significa?

Que em uma dessas lojas esses funcionários podem até tolerar alguma mudança, estarão abertos a novas iniciativas pois confiam no seu gerente enquanto que na outra qualquer tentativa vai gerar a desconfiança. A resposta mais bizarra foi na pergunta sobre os equipamentos necessários para desenvolver o trabalho, pois novamente a percepção foi negativa (11%), sendo que os equipamentos são iguais em todas as lojas. Nessa rede de lojas, a cultura da empresa era uma criação dos seus gerentes.

Se você é um gerente, e quiser saber o que deve fazer para conseguir um local de trabalho forte e produtivo, assegure nota 5 nas 6 perguntas abaixo do questionários da Gallup:

1 Sei o que esperam de mim no trabalho?
2.Tenho materiais equipamentos necessários para realizar o meu trabalho corretamente?
3.No meu trabalho tenho a oportunidade de fazer o que faço de melhor todos os dias?
4.Nos últimos sete dias, recebi algum reconhecimento ou elogio por realizar um bom trabalho?
5. Meu supervisor, ou alguém do meu trabalho, prece importar-se comigo como pessoa?
6. Há alguém no meu trabalho que estimula o meu desenvolvimento?

Uma vez por ano é publicado um estudo com o nome: “As 100 Melhores Empresas Para Se Trabalhar”, porém essa relação menciona apenas os benefícios que a empresa oferece como creche no local, participação nos lucros, etc. A pesquisa da Gallup vai além e afirma que um funcionário pode “perdoar” a empresa por não ter um mega plano de saúde ou a creche mas ele não vai perdoar se o relacionamento com o gerente for ruim! Nada, nem massagem, nem flores e chocolates todos os dias, nem mesmo aumento de salário vai segurar esse talento na empresa.
“É melhor trabalhar para um ótimo gerente em uma empresa antiquada do que para um gerente terrível em uma empresa com cultura esclarecida e voltada para o funcionário”. Curt Coffman (Manager Practice da Gallup).

Bem , esse é o resultado da pesquisa da Gallup, descrito em detalhes no livro “ Quebrando Todas as Regras” de Marcus Buckingham e Curt Coffman.

Lembrando que estamos falando de grandes talentos e ótimos funcionários.

Fica a dica!

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Myrian Mourão

    Myrian MourãoAdministrador Premium

    Profissional de marketing, pedagoga empresarial, Coach e pesquisadora do comportamento humano com foco em vendas. Diretora e líder educadora na empresa Myrian Mourão Desenvolvimento Profissional, Certificada em Linguagem Corporal pelo Institute Elsever e pelo IBRALC, em em PNL pelo Society of NLP™ e Richard Bandler® e Coach pelo Institute Elsever e ICC,possui experiência de 15 anos como prestadora de serviços em prospecção de novos negócios, além de 26 anos em publicidade em marketing.Atua ministrando palestras e treinamentos abertos, fechados ou in company para pequenas, médias e grandes empresas. Atuou como instrutora de treinamentos para a Operação Itaú Seguros .

    Escreve para o Programa Cases: http://programacases.com.br/index.php/author/myrian/

    www.myrianmourao.com.br
    café com admMinimizar