A crise e o empresário

Gosto sempre de salientar que não apenas o Brasil está passando por um momento conturbado, mas o mundo todo, e como a grande maioria dos países está mal das pernas, ou em fase de recuperação, sofremos ainda mais, pois ainda somos um país hiper dependente ao cenário global

Nos últimos meses vimos diversas notícias sobre o momento que o Brasil atravessa, em que a inflação está subindo, desemprego aumentando, empresas fechando, diversas manifestações e outras coisas que nos fazem pensar sempre na seguinte pergunta:

Quando iremos nos recuperar?

Gosto sempre de salientar que não apenas o Brasil está passando por um momento conturbado, mas o mundo todo, e como a grande maioria dos países está mal das pernas, ou em fase de recuperação, sofremos ainda mais, pois ainda somos um país hiper dependente ao cenário global.

Bem, esse artigo foi concebido para falar um pouco da crise atual brasileira perante ao cenário empresarial, e como temos que refletir sobre a melhor forma de passar pela crise, pois nos próximos meses veremos muitas empresas passando por dificuldades ou até fechando.

Então se você está querendo abrir um negócio ou já tem o seu próprio vale a pena acompanhar esse texto.

Crise no Brasil: A desculpa perfeita!

Esse trecho do texto vai doer em alguns leitores. Sim, para muitas pessoas a crise é a porta de saída de uma situação antiga. Naturalmente, numa época de crise empresas quebram, mas gosto sempre de pensar se a maioria das empresas que fecham as suas portas foram realmente afetadas pela crise, ou já vinham de uma gestão horrorosa antes mesmo de se falar em crise?

A resposta é “Sim”, muitas empresas já estavam na corda bamba, e o momento econômico foi apenas um fator que ajudou a empurrar essa empresa do penhasco. E isso ocorre pois infelizmente, a maioria das pessoas que abre um negócio próprio não possui o mínimo de preparo para criar, estruturar e gerir uma empresa, e isso se reflete os resultados, na equipe contratada, na alavancagem via dívidas absurdas, dentre outras coisas.

E por que digo que a crise é a desculpa perfeita? Simples, a maioria das pessoas não assume suas falhas, não acredita que os resultados negativos de sua vida foram por falhas pessoais, e assim quando uma crise aparece, é a hora perfeita para dizer que a empresa “só” faliu por causa da crise.

Ok! Mas eu tenho uma empresa, e não quero ser mais um caso de fracasso, como faço?

Bem, cada empresa tem uma situação diferente, mas nesse momento que estamos passando e o que ainda está por vir deve ser enfrentado com muita maturidade, e essa é um momento para que o empresário coloque a mão na cabeça e pense diferente, pois se fizer a mesma coisa que sempre fez, sabendo que o cenário modificou pode ser que no fim tenha um resultado inesperado.

Nesse momento, coloco como foco o seguinte:

Pense em Inovação: Sim, Inovar! Com um cenário em que as pessoas estão segurando o seu dinheiro, diminuindo o padrão de consumo, você tem que chamar a atenção desse consumidor, e para chamar a atenção dele nada melhor do que inovar, ou seja buscar alternativas melhores para entregar seu produto, fazendo do seu produto não apenas um produto mais algo a mais, uma experiência. Parece difícil pensar nisso, mas é importante entender que o primeiro passo para mudar o cenário é ampliar a sua visão.

Fidelização: Muitas empresas se preocupam com o novo cliente, e esquecem do que já comprou. Pois bem, devemos lembrar que é muito mais barato manter um cliente comprando do que buscar novos clientes, portanto, crie mecanismos de gerenciamento de seus clientes, marcando seus dados, data de aniversário, sabendo que são seus melhores clientes, e assim por diante. Claro que você tem que buscar novos clientes, mas você não pode abrir mão de quem já te conhece.

Controle de Despesas: Assim como num lar, em épocas de vacas magras temos que controlar melhor as despesas, e quando falamos de empresas, temos que pensar em cada gasto, eliminando principalmente gastos desnecessários fixos. Após uma reavaliação em cada gasto, corte o que não é necessário e renegocie o que é necessário a fim de conseguir ter mais folego financeiro em suas contas.

Parcerias: Muitas empresas querem crescer, é isso é necessário para todos os negócios, mas antes de você contratar empresas que lhe ajudem nisso avalie possíveis parcerias, como por exemplo você precisa de um e-commerce, e ao invés de pagar por ele, ofereça um espaço para propaganda para a empresa que fez o seu canal. Em resumo, pense no que você precisa e em como você pode dar uma vantagem para esse prestador em forma de vantagens.

Estude mais: Sempre busque informações! Muitas pessoas esquecem que muitas soluções para os problemas presentes podem ser encontradas em cursos e livros, portanto, seja uma pessoa que sempre está em busca de mais conhecimento, pois com certeza o conhecimento agora pode evitar problemas futuros. Não seja preguiçoso!

Mas eu ainda não tenho uma empresa, devo abri-la agora?

Claro que sim! Infelizmente as pessoas não fazem as coisas com a desculpa de que estão esperando o melhor momento para faze-la, o que acho uma tremenda besteira, pois a maioria das pessoas que conheço não realizaram nada pois nunca souberam quando foi o melhor momento para fazer algo.

Sou adepto a fazer sempre, mas com base! O que quero dizer é que não se pode postergar e sim priorizar as coisas, ou seja, se é importante para você, estude, avalie e faça. Naturalmente, você sendo um empresário terá que abrir mão de várias coisas, pois já deve ser sabido que novos horizontes só serão alcançados quando optamos por abandonar antigos paradigmas e zonas de conforto em nossas vidas, portanto, saiba que para algo dar certo na sua vida, precisará de preparo e dedicação.

Não fique com medo de abrir algo na crise, pois grandes empresas nasceram numa crise, e com certeza se o que você tem é bom, e se for bem divulgado, terá sucesso, pois sempre terão pessoas querendo ter coisas boas em sua vida. E outra coisa, desde que o Brasil foi descoberto, vivemos em crise, então não a utilize como bengala, e sim como fator propulsor para seu sucesso.

Com crise ou sem crise, o sucesso, o fracasso e a procrastinação sempre estarão rondando o nosso cotidiano, basta você saber qual deles será o seu.

Conte sempre conosco para ajudar você a sua empresa a conseguirem mais!

Sucesso! Sempre!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento