5 gafes comuns em apresentações

Não importa qual seja nossa profissão, em algum momento vamos precisar falar, seja com o colega, com o chefe, treinar um estagiário ou até mesmo, quem sabe, dar uma palestra para a empresa

Não importa qual seja nossa profissão, em algum momento vamos precisar falar, seja com o colega, com o chefe, treinar um estagiário ou até mesmo, quem sabe, dar uma palestra para a empresa.

Já é natural do ser humano sentir medo e nervosismo ao falar em público, por isso venho apresentar as maiores gafes que as pessoas cometem:

1) Falar rápido demais: Quando estamos nervosos a tendência é que o nosso cérebro busque a solução mais óbvia possível. Se queremos que aquele momento no palco ou uma interação “face a face” acabe logo, o que vamos fazer? Falar rápido!

Péssima escolha por sinal, pois as chances de você ter que repetir toda a sua fala são grandes.

Sugestão: Fale em um ritmo moderado, nem lento nem rápido.

2) Expressão Corporal: Fazer movimentos bruscos, olhar para o alto ou passar sua fala toda de braços cruzados causa uma má impressão e fica evidente o nervosismo.

Sugestão: Esteja em uma posição confortável e ao mesmo tempo aberta, evite cruzar os braços, colocar as mãos no bolso ou coçar a cabeça.

3) Frases prontas/ Decorar: A pior coisa que alguém que tem medo de falar pode fazer é decorar! Pois quando chegar na hora de falar automaticamente seu cérebro vai tentar reproduzir exatamente o que foi decorado, e se errar ou esquecer uma palavra... já era!

Sugestão: Se vai precisar ler para apresentar algo, não decore! Tente interpretar o assunto conforme seu entendimento, assim vai ficar mais fácil para explicar.

4) Gírias: Algumas pessoas se sentem mais confortáveis ao falar na gíria, mas imagina você falando na gíria com seu chefe? Ou então uma plateia só de doutores?

Sugestão: O português simples nunca sai de moda, não se preocupe em falar com as palavras mais difíceis, mas também não use gírias e nunca palavrões.

5) Não Interagir: Quando se apresenta algo, o foco é o público certo? Se só você falar a tendência é que as pessoas caiam no sono ou fiquem entediadas.

Sugestão: Faça com que o público se sinta a vontade durante sua apresentação, abra espaço para perguntas, faça dinâmicas se for o caso. O mesmo vale para uma conversa do cotidiano, neste caso, escute mais! Todo mundo tem algo de importante para falar.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento