5 atitudes eficazes para refletir sobre como se tornar um bom comunicador

Passar uma ideia, convencer alguém de algo, e toda forma de comunicação satisfatória sem gerar algum tipo de mal estar e/ou ruído, requer uma mudança interior positiva e de compaixão a fim de mudar a qualidade dos seus diálogos e a maneira de você falar e escutar

Uma boa comunicação abre portas para o sucesso, potencializa vendas, engaja uma equipe, proporciona êxito nas entrevistas de emprego e amplia as relações em geral.

Os parágrafos seguintes, darão a você dicas importantíssimas sobre questões comportamentais para praticar no seu dia a dia e evitar conflitos e desentendimentos desnecessários, pelo simples fato de falhar na hora de se comunicar e ouvir as outras pessoas.

Atitude 1 - ESCUTA ATENTA

Enquanto o outro fala, não fique mentalmente elaborando a sua resposta. Você estará ocupado demais em contra-argumentar e não vai escutar com atenção o que outro tem a dizer. Relaxe e ouça atentamente a linha de raciocínio da outra pessoa. Lembre-se que gentileza gera gentileza e que todo ser humano é único e, por este motivo, carrega suas experiências e visão de mundo diferentes da sua.

Portanto, é importante escutar primeiro e mostrar o que você entendeu sobre o que foi dito (passando a mesma emoção do outro), mesmo que você não esteja a favor,
antes de expor sua visão sobre o assunto.

Principalmente nas situações de atritos e tensas, onde cada um vai defender o seu ponto de vista, é neste momento que a escuta fica comprometida, gerando
interpretações irreais e causando mais conflitos para a relação e, o pior: não alcançando nenhum tipo de resultado positivo.

Ouvir atentamente é uma virtude e isso não quer dizer que você esteja concordando com o que a pessoa faz ou aceitando as ações que ela pede.

Em resumo sobre ATITUDE 1, convido a reflexão que devemos nos esforçar para ser a mudança que queremos ver e servir de exemplo para outras pessoas e poder colaborar com atitudes positivas e inspiradoras através da compaixão e humildade de entender o comportamento humano e respeitar seus diversos pontos de vista, ao mesmo tempo, respeitando e sem perder os nossos valores e essência de nós mesmos.

ATITUDE 2 - FEEDBACK

A grande importância de presentear o outro com a oportunidade de desenvolvimento e colaboração em seus diálogos.

Neste momento, você pode questionar...como assim presentear? Isso mesmo que você acabou de ler: PRESENTEAR.

A partir do momento que abrimos espaço para que a outra pessoa possa colaborar com você num diálogo com o objetivo de evitar desentendimentos, principalmente em assuntos importantes, estamos presenteando de modo mútuo a possibilidade de manter a objetividade e harmonia na comunicação.

Quanto maior for a importância de um tema a ser tratado por você, maiores serão os seus esforços para cuidar no entendimento do contexto que a outra pessoa terá sobre a sua argumentação. Por este motivo, uma dica importante é comunicar um prefácio, como por exemplo: "Eu preciso falar com você sobre (assunto). Qual seria o melhor dia e hora para você?"

Dessa forma, você mostra respeito sobre o espaço da outra pessoa e, apresenta a importância do assunto a ser tratato/conversado.

Em resumo sobre ATITUDE 2, convido a reflexão que manter a clareza de nossas intenções, respeitar o outro e ter a consciência que prejudicar, punir e/ou derrotar alguém são atitudes destrutivas numa relação e afetam diretamente uma comunicação que pode ser prazerosa, em algo obrigatório e inaceitável pelo outro.

ATITUDE 3 - VOZ, EXPRESSÕES E EMOÇÕES

O tom de voz é a chave para uma boa comunicação. Independente do nível do assunto, manter a voz firme, mas devagar para que a outra pessoa consiga compreender os seus sentimentos e pensamentos sobre o diálogo, é uma forma madura e consciente de se expressar com honestidade e despertar na outra pessoa o sentimento de está em seu lugar, e, dessa forma, tornar o diálogo criativo, pois nesse processo você faz com que a outra pessoa reconstrua mentalmente os seus sentimentos e entenda o que você está falando e, reflita sem conflitos sobre o seu ponto de vista. Utilizar essa atitude para resolver algum desentendimento ou elogio com alguém, é garantia de um resultado positivo.

Expressar-se com segurança no que esta sendo dito, passar confiança sobre o assunto a ser tratado e não ter medo de expor suas emoções sobre algo, é uma virtude dos bons comunicadores. Obviamente, todo esse processo requer paciência e força de vontade para a mudança pessoal. Porém, é mais vantajoso criar as habilidades para se comunicar bem, do que que levar horas, dias, meses ou, até mesmo, anos para tentar desconstruir um mal-entendido pelo simples fato de uma má colocação de palavras e/ou interpretação.

Em resumo sobre ATITUDE 3, procure respeitar as emoções dos outros e, principalmente desenvolva as suas emoções e sentimentos em níveis equilibrados, para que a ansiedade e o "querer está sempre na razão" não torne você uma pessoa egoísta. Não procure acusações, pois o certo ou errado é relativo dentro de um
contexto com diversos pontos de vista, experiências e emoções diferentes das suas. Diga com coragem o que você está sentindo, apresente argumentos claros e objetivos
para que a outra pessoa compreenda o seu momento. Pratique a compaixão e a gentileza sobre as outras pessoas e, com certeza, você terá os melhores resultados
nas relações interpessoais.

ATITUDE 4 - ESTUDE, PESQUISE, ENSINE E APRENDA.

"Trocaria toda a minha tecnologia por uma tarde com Sócrates", disse Steve Jobs.

O conhecimento deve ser contínuo. Ignorante é aquele que pensa que sabe tudo. Estamos sempre em processo de aprendizagem e tudo isso acrescenta no poder de uma boa comunicação. Quanto mais conhecimento, quanto mais a sua mente estiver aberta para o novo e livre de crenças limitantes, mais o seu poder de argumentação, e facilidade de se comunicar serão eficazes e contagiantes.

Abra a sua mente para conhecer e se relacionar com pessoas de culturas diferentes, foque num aprendizado contínuo sobre os desafios de ampliar a sua capacidade
intelectual, converse com uma criança de 5 anos e um idoso de 70 anos, e entenda como as nossas etapas de vida nos influenciam sobre as formas de enxergarmos
as coisas e pessoas.

Reflita sobre suas crenças e liberte-se daquelas que te limitam a encontrar novas possibilidades e reflita sobre sua posição atual e onde você pretende chegar.
Torne-se uma pessoa interessante e com propósitos e missões nesta vida.

Você pode me questionar: E, qual é a relação com a comunicação? Eu respondo para você que tem muita coisa em comum.

Quando estamos antenados com o mundo e suas descobertas sobre variados temas, nos tornamos pessoas interessantes e nos conectamos com um universo de possibilidades o que nos permite a compreender melhor o ser humano e progredir com a maneira na qual nos relacionamos e nos comunicamos com as outras pessoas.

Possuir uma mente progressiva, isto é, aberta a novos horizontes e dispersa de crenças e preconceitos, transforma a nossa capacidade de compreender nosso mundo interno que reflete na maneira de enxergar o mundo externo e, assim, imapctando de forma positiva a construção de ideias e pensamentos e na forma que recebemos uma mensagem e a capacidade de sua interpretação.

Estude mais, pesquise mais, compartilhe seus conhecimentos e comunique-se honestamente sobre suas intenções e aprenda a ver em cada diálogo uma oportunidade de desenvolvimento de suas habilidades.

Em resumo sobre ATITUDE 4, a humildade prevalecerá sempre. Somos eternos alunos em busca de evolução pessoal, profissional e espiritual.

Só evoluímos através do interesse pelo novo, do correr atrás dos objetivos e manter relações saudáveis através de uma boa comunicação.

Devemos através da comunicação, influenciar o mundo de uma maneira positiva. Este é um desafio que devemos aprender a ter a sensibilidade e inteligência de desconectar de uma cultura de intolerância, violência, vantagens e soberba, e transformarmos em ondas de reciprocidade, responsabilidade e cooperação.

ATITUDE 5 - QUESTIONE-SE E QUESTIONE OS OUTROS

Em meio a tecnologia, cada vez mais as pessoas tornam-se isoladas e mantém o diálogo curto com um simples "ok", "tudo bem", entre outras expressões curtas e resumidas, o que impossibilita de você conhecer mais o outro, sobre o que está pensando, planejando, sentindo, etc. As pessoas estão cada vez mais fechadas atrás de smartphones, aplicativos, iPads e todo meio de comunicação tecnológico, que quando se depara com um humano pessoalmente o diálogo torna-se limitado com perguntas fechadas e respostas curtas, como um simples "Oi", "Sim" ou "não".

Algumas pessoas incorporam comportamentos virtuais do "mundo real" e, se transformam completamente na sua maneira de se comunicar com as outras pessoas.

Questione a si próprio sobre suas atitudes e relações com as pessoas. Se você está se distanciando de pessoas importantes na sua vida, se você está se limitando ao diálogo, se você passa mais tempo de sua vida teclando do que olhando nos olhos de alguém e sentindo a energia de uma boa comunicação, se você reserva tempo para um bom papo acompanhado de uma xícara de café ou até mesmo aquele happy hour saudável com os amigos e famíliares próximos. Somos reféns de nós mesmos, e para nos libertarmos devemos sempre questionar sobre nossos valores, e sobre as pessoas queridas que estão presentes em nossas vidas e, muitas vezes, deixamos tudo isso passar por questões de tempo, tecnologia e irritabilidade quando somos cobrados por um percentual de vida "off line".

Lembre-se que algumas críticas são construtivas e nos oferecem a oportunidade de mudança e reflexão sobre nossas atitudes. Quando essas críticas surgem de pessoas de confiança, como amigos, parentes e líderes, devemos parar e meditar sobre os diversos pedidos e ponderar o quer mais faz sentido para agregar na sua evolução como uma pessoa melhor.

Esteja preparado para ouvir, também. Ouvir a verdade sobre nossos argumentos, as respostas sobre nossas perguntas e receber esses retornos levando em consideração os sentimentos e emoções dos outros.

Quando entendemos que os outros também possuem sentimentos e necessidades diferentes da nossa, passamos a enxergar as coisas com menos julgamento e egoísmo. Aprendemos a aceitar opiniões e analisar os pontos que podem ser utilizados para mudarmos uma atitude e gradativamente melhorarmos como pessoa, profissional e ser humano.

Questione também as pessoas, não deixe um diálogo limitado com perguntas fechadas como mencionado no início desse tópico. Não pergunte alguém se ela gostou ou gosta de algo, se ela quer ou não alguma coisa. Possibilite uma variedade de respostas e interação trocando por "o que você acha disso?", "o que você considera importante sobre isso?", entre inúmeras perguntas que a sua criatividade permitir para que dessa forma você consiga conhecer melhor as pessoas e abrir um portal de empatia no diálogo que poderá possibilitar ótimas oportunidades de amizades, relacionamentos e negócios.

Em resumo sobre ATITUDE 5, convido a reflexão sobre a vida. A vida é uma "caixa de surpresa" que a qualquer momento ela pode te surpreender positivamente ou negativamente.

Tudo isso vai depender do seu ponto de vista para encarar os desafios da vida diária. Por este motivo, manter o respeito sobre você mesmo e sobre as outras pessoas,
é uma dádiva a ser cultivada e praticada todos os dias. Não perca a sua essência e os seus valores aprendidos quando era criança.

Questione-se sempre, não fuja de suas responsabilidades e mantenha-se em relacionamentos saudáveis, fortaleça contatos produtivos e reconheça todos que te ajudam e/ou ajudaram, tenha gratidão pelas pessoas, pela vida, pelas pessoas e pelos animais. Comunique-se com o universo.

Conclusão:

Para se tornar um bom comunicador, isto é, para compreender e ser compreendido, é preciso de resiliência, respeito as diferenças e experiências de causas e efeitos
para que seus argumentos possuem uma base segura de evidências. Que essas 5 atitudes sejam convertidas em insights para você praticar no seu dia a dia no trabalho,
nos negócios, no seu lar e a todo momento que passamos comunicando com tudo e com todos que fazem parte de nossas rotinas. Que esse texto possa ser colaborativo na sua transformação pessoal no que se refere a buscar alta performance e sucesso no relacionamento com as pessoas. A comunicação deve ser encarada como uma habilidade de valor para conquistar êxito em todos os setores da vida.

"falar é uma necessidade, escutar é uma arte". Goethe.

* Minha fonte de inspiração para este texto: Dennis Rivers (2005) e minhas experiências e metodologia como Coach de alta performance.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento