4 dicas para épocas de crise
4 dicas para épocas de crise

4 dicas para épocas de crise

Um momento de crise pode ser muito prejudicial para uma empresa em várias questões, porém, também pode ser um ótimo momento para sua empresa evoluir em vários aspectos.

A diferença entre ganhar e perder em épocas de crise, pode estar em como você enxerga e age nesse momento.

A seguir estão quatro dicas que podem ajudar o seu negócio:

1 - Mantenha as contas em ordem e gerencie as dívidas:

Por mais que seja difícil manter o caixa saudável nesse momento, isso é o que vai definir como sua empresa irá sair e se perpetuar após a crise. Acredite, esta crise tal como as outras, também vai passar!

Então é hora de gerar e manter o máximo de caixa possível.

Para isso, evite gastos desnecessários e avalie bem onde o dinheiro está sendo aplicado. Tenha um bom software de gestão integrado (ERP) implantado no seu negócio e saiba exatamente onde as despesas e receitas têm seus fatos geradores.

A maioria dos bancos que até o mês passado não estavam negociando dívidas, neste mês mudaram a conversa e já estão aceitando propostas e fazendo negócios. É hora de diminuir o desencaixe mensal e se preciso, negocie e estenda a dívida um pouco mais de tempo, mas com juros e taxas pré-fixados. Assim que der, amortize o capital, mas neste momento desencaixe menos com taxa menores.

Se preciso use do poder de negociação entre a rede bancária. Saiba que qualquer dívida pode ser comprada por outra instituição. Então, escolha a melhor taxa e negocie até prefixar a longo prazo aquela dívida de desconto de duplicata ou outra com caução, que você tem pago somente os juros , ultimamente.

Outra dica importante é não se deixar abalar pela dificuldade do momento. Não erre economizando em setores cruciais para o crescimento do seu negócio. Como por exemplo: marketing e vendas. Lembre-se que mesmo em um momento de crise a sua empresa deve estar sempre pensando em crescimento. Mesmo que neste momento você tenha descido alguns degraus nesta vereda.

2 - Incentive sua equipe

Pode parecer uma coisa inoportuna em épocas de crise, porém, o quanto seus colaboradores estão motivados , influencia totalmente nos resultados de suas operações. Seja na retaguarda ou no front de atendiemtno de seu cliente.

Mesmo em tempos menos privilegiados, incentive, motive e crie benefícios para sua equipe. Fazendo isso, você passa segurança e garante que eles também trabalhem para o crescimento da empresa. Use a criatividade, há brindes criativos e muito baratos na internet. Brindes que dizem ao seu colaborador o quanto ele é importante para sua organização e não o quanto estes brindes valem como materiais. Algo que diga: "eu me lembrei e conto com você!"

O velho ditado de quem "não deve, não tem", infelizmente tem sido uma prática bem comum às empresas do Brasil. Então, não foque somente no quanto você deve e sim no quanto você tem capacidade de pagar, liquidar dívidas e gerar rentabilidade. Acredite: Nenhuma nuvem negra permanece para sempre no mesmo lugar.

3 - Fidelize seus clientes

Por mais difícil que seja o momento econômico, quando conquistamos a fidelidade de nossos clientes, não há momento ruim que os faça abandonar sua empresa.

Uma coisa é certa, a demanda pode diminuir, porém ela sempre irá existir. Por isso, ter seus cliente fidelizados além de garantir que eles voltem a negociar com a sua empresa, pode garantir o futuro do seu negócio.

Por experiência prática e de longas datas, posso afirmar com fatos e dados, que não há nada que faça você ter uma venda tão lucrativa, quanto uma venda de indicação de sua base de clientes satisfeita.

Aqui na Vilesoft investimos muito em mídia digital e campanhas via internet para divulgar e promover nosso negócio. Mas, nossos melhores negócios acontecem quanto um cliente indica para um novo cliente. Isto para nós, é como um prêmio duplo: a rentabilidade do novo cliente e a certeza que estamos no caminho certo, a ponto de um cliente indicar para o outro.

Então, não negligencie sua base instalada, os compradores frequentes, aqueles que estão com você por longas datas. Eles também estão passando pela mesma situação que você. Trate-os muito, muito bem, tenha paciência com alguns dias de atrasos no pagamento e com a redução de equipe que ele teve que fazer. E você colherá grandes resultados, nestas épocas de "vacas magras" e mais ainda num futuro melhor, que graças a Deus, estamos prevendo para os próximos meses. Mesmo a despeito do que muitos apregoam por aí, já está mais que na hora desta nuvem negra passar.

4 - Invista no local certo

Sempre falamos aqui, que mesmo em um período de crise uma empresa não deve parar de investir. E vamos insistir nisto.

Priorize setores que irão gerar economia e rentabilidade. Para isto, faça uma lista simples com todos suas necessidades de investimentos e o que cada uma delas irá gerar de rentabilidade (em reais). Classifique-as em ordem decrescente de rentabilidade, escolha as cinco primeiras e tente implementá-las rapidamente num espaço de tempo curto, que chamaremos de ciclo. Logo depois de implementá-las, refaça a lista e implemente mais cinco delas, num novo ciclo de tempo. E assim sucessivamente, aplicando a metodologia PDCA (Planejar, Executar, Checar resultados e Agir - Melhorias e correções).

E não esqueça nunca, não corte toda a verba de publicidade e propaganda. Otimize-as em veículos que têm gerado cliente mais rapidamente, ao menos nesta fase. Lembre do que Henry Ford disse e nos ensinou:

“Se eu tivesse um único dólar, investiria em propaganda”.

Agora que você já conhece as 4 dicas para lidar com a crise, não desanime, o futuro da sua empresa depende de você. Mãos a obra!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento