4 dicas para lidar com entrevistadores mal preparados numa entrevista de emprego

Numa entrevista de emprego, nem sempre um entrevistador está bem preparado para o que está fazendo! E aí, como agir para que isso não nos atrapalhe a "vender nosso peixe"?

Quem já tem alguma experiência em participar de processos seletivos sabe que há alguns entrevistadores muito melhor preparados do que outros. Quem não tem muita experiência, ainda vai descobrir... E TOMARA QUE NÃO SEJA DO JEITO RUIM!

Muitas empresas ainda não possuem um RH treinado e bem preparado para conduzir um processo seletivo. Além disso, cedo ou tarde o candidato terá que passar por uma entrevista com o gestor direto da vaga que, quase sempre, não tem esta atribuição como atividade principal, apesar de ser de extrema importância.

Vejamos um exemplo comum em organizações convencionais... para função de GERENTE ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO, muitas vezes o perfil é o seguinte: profissional focado em organização e controle, ótimo com números, mas nem sempre com pessoas; muito tempo de empresa e, em muitos casos, chegou à gerência por ser confiável e ter o controle de informações-chave para a empresa (não por ser um exímio gestor de pessoas).

Será que este gerente é um bom entrevistador!? Nem precisa responder, né!?

MAS E AÍ... O QUE FAZER???

Um entrevistador despreparado não vai fazer as perguntas matadores, que lhe dariam a oportunidade de “se vender” de maneira excepcional! Geralmente, candidatos tímidos e que não conhecem bem “o código dos processos seletivos” não se dão muito bem com eles. Então as principais dicas são:

1- TENHA INICIATIVA: dê repostas mais completas... mais até do que aquilo que foi perguntado!

2- Mesmo que ele pergunte “o que você faria”, RESPONDA O QUE VOCÊ JÁ FEZ. Contar suas experiências e falar do passado é uma lei universal das entrevistas de emprego!

3- Quando tiver a oportunidade (geralmente no final da entrevista), FAÇA PERGUNTAS PERTINENTES sobre a vaga, ele provavelmente não lhe passará tantos detalhes assim: “Quais serão os principais desafios do cargo?”; “Pode detalhar um pouco melhor as atribuições?”; “Há algum projeto em andamento no qual estarei envolvido?”

4- CRIE EMPATIA: dê um aperto de mãos firme, seja simpático na dose certa, converse olhando nos olhos, ouça com atenção quando o entrevistador estiver falando, tente manter uma postura compatível com a postura do entrevistador (a menos que ele seja muito dominador ou intimidador). Se ele for com a sua cara, ele vai lembrar de você e, mesmo que seja inconsciente para ele (e também vai ser), você ganhará pontos no momento da escolha.

Publicado originalmente no site João Barone

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento