3 razões que mostram por que o seu banco não é bom para te orientar sobre investimentos
3 razões que mostram por que o seu banco não é bom para te orientar sobre investimentos

3 razões que mostram por que o seu banco não é bom para te orientar sobre investimentos

Conhecer os tipos de investimentos antes de procurar o banco para investir é essencial para fazer bons investimentos

Certamente você, se mantém recursos disponíveis em conta-corrente ou tem aplicações financeiras em algum banco, já foi abordado pela instituição para aplicar o dinheiro disponível em conta ou até mesmo para migrar valores entre aplicações ou para diversificar seus investimentos. Talvez em alguma ocasião você pode ter procurado o seu gerente do banco para se orientar sobre qual o melhor investimento para você.

O fato é que esse normalmente não é o melhor caminho para que você consiga ter os melhores resultados e eu vou te mostrar por quê:

1- Normalmente os bancos procuram captar recursos em tipos de investimentos mais interessantes para a própria instituição, mesmo que isso represente um ganho menor para o cliente. Funciona como uma loja de varejo, que você chega pra comprar um produto X e eles querem te vender o Y, simplesmente porque é naquele momento o foco da empresa.

2- Os bancos têm produtos que geram mais receita que outros e por isso tentam direcionar os clientes para consumir esses produtos. Esse é o caso da previdência, que gera receita pelas taxas de carregamento e taxas de administração dos recursos.

3- Os bancos têm produtos que muitas vezes são apresentados como investimento e que, na verdade. não são. Esse é o caso do título de capitalização. Se te falarem pra por dinheiro em título de capitalização, esteja ciente de que não é um investimento e se você quer rentabilidade, esse não é um produto bom pra você.

Em alguns casos, a sugestão do banco pode até ser a melhor alternativa para você naquele momento, mas é essencial conhecer os diversos tipos de investimentos disponíveis para que a decisão seja sua e para que seja a melhor decisão.

Caso você não faça o acompanhamento do mercado e tem o hábito de deixar recursos em conta-corrente, você pode até aceitar uma proposta do banco, esclarecendo-se muito bem sobre o tipo de aplicação, a quais os riscos estará sujeito, informações sobre tributação e rentabilidade, além, é claro, de obter a informação sobre a liquidez da aplicação. Como normalmente o dinheiro que fica em conta pode ser usado a qualquer momento, a liquidez nesses casos é um dos fatores mais importantes, pois caso você precise do dinheiro, pode não conseguir resgatá-lo instantaneamente.

É fundamental que você conheça os tipos de investimentos disponíveis antes de procurar o banco para investir. Só assim fará um negócio bom e seguro.

Fiz um vídeo em que eu mostro os detalhes citados neste artigo, para ajudar mais pessoas a terem acesso a essa informação:

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento