3 dicas do que fazer quando um dia não começa bem

Sabe aquele dia em que as coisas começam a não dar certo? Que você tem respostas que não queria ter, que acontecem coisas que te deixam triste, que você não consegue resolver um problema, ou que você tem um resultado que não era bem o que você queria? Então, prepare-se para estas 3 dicas do que fazer nestes casos

Quando um dia começar a dar muito errado e outras coisas não muito legais começarem a surgir, é bem possível que você pense que o dia vai ficar ainda pior. Vem aquela sensação de que todo o dia será ruim e dá vontade de desistir! E a motivação vai lá para baixo...

Nesses dias, a vontade é de recomeçar. Dá prá voltar o filme e reescrever o roteiro?

Reescrever não vai dar, mas dá prá mudar daquele ponto prá frente. Assisti a um vídeo recentemente sobre isso, e peguei algumas dicas muito, muito boas. Olha só:

A primeira coisa a fazer é parar e pensar se você sabe o que você tem que fazer hoje. É bem comum nós nos colocarmos para trabalhar, para executar tarefas aleatoriamente, sem saber se o que estamos fazendo é uma atividade que efetivamente vai nos conduzir para o objetivo que temos (se você nem sabe qual é o seu objetivo, você tem que dar um passo atrás – e se quiser pode ler aqui este texto que falo sobre isso). Se não sabemos o que temos que fazer naquele dia, como podemos orientar as nossas ações e ter produtividade? A sensação que vai ressaltar é a de que nada foi feito, de que nada deu certo naquele dia, de que as coisas não andaram. Porque você está agindo sobre tarefas que não são importantes. Você está se ocupando e não produzindo. Por isso, foco. Qual é a minha missão hoje? O que eu tenho que realizar?

E essa é uma forma muito poderosa de fazer com que o seu dia valha a pena. De transformar um dia improdutivo, frustrante, num dia que contribuiu para você e para seu objetivo. Um dia que valeu a pena!

A segunda coisa a fazer quando as coisas começam a dar errado é parar imediatamente tudo o que você está fazendo. Se dê um tempo. Interrompa o fluxo. Corte a sequência improdutiva. E se alinhe com outra vibe. Com outro fluxo de energia. Faça uma parada e se coloque a fazer coisas que vão te colocar em outra vibração. Por exemplo:

Saia para dar uma volta contemplando o seu redor, ouça uma música que você goste, pare para se alimentar com calma, mas tudo isso sem pensar em nada, sem refletir sobre o que está acontecendo. Apenas usufruindo o momento.

Pare tudo e vá realizar outra atividade por alguns minutos, 10, 20 minutos. Outras possibilidades colocadas nesse vídeo:

- Escolha um lugar tranquilo e agradável e dedique alguns minutos para a Meditação e depois se hidrate um pouco. Um corpo hidratado é um corpo mais saudável e trabalhando melhor, por isso é também uma mente mais ágil.

- Escolha algo que você pode fazer por alguém que você ama. Tire o foco de você mesmo. Ligue para esta pessoa, mande uma mensagem, pense em algo que ficou de fazer para ajudar e faça agora. O importante é parar de olhar para o seu próprio umbigo e mudar o ângulo de visão.

Depois que fizer esta pausa, volte e faça rapidamente este exercício, respondendo:

  • Quais as coisas pelas quais sou grata?

  • Quais as 3 tarefas que quero realizar hoje?

  • Qual será a minha recompensa por realizar estas 3 tarefas?

Ao finalizar, faça alguns ciclos de respiração bem profunda e repita para você: Tenha paciência, eu estou bem, eu acredito, eu estou aqui para servir, continue. Repita umas 3 vezes. Mais alguns ciclos de respiração profunda e volte com tudo, com a certeza de que seu dia será melhor!

*Fonte de inspiração: Brendon Burchard
ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento