2 Dúvidas e 2 Mitos sobre Consultoria Organizacional

Relata dúvidas e mitos a respeito da consultoria organizacional e como realmente as coisas são nessa área

Sou administrador e atuo com consultoria organizacional há quinze anos e nessa jornada já vi inúmeras dúvidas e mitos sobre consultoria, vamos a algumas delas:

Dúvida um: de onde vem os consultores? Meus alunos me perguntam bastante que curso realizar para se tornar consultor organizacional. E eu sempre respondo: não é um simples cursos que vai formar um consultor, e tal curso nem existe, hoje em dia encontramos pós-graduação em consultoria organizacional, o que ajuda, mas ao terminar você ainda não pode se considerar um consultor, você terá mais uma ferramenta para sê-lo. Um consultor é formado através de suas experiências práticas dentro das empresas concomitante com estudos fora dela, graduação, pós, cursos, certificações e isso leva alguns bons anos. Meu caso foi atípico, tive o privilégio de ainda na universidade estagiar em uma prefeitura municipal que passava por um mega plano de modernização e era comandado por um dos maiores consultores em modernização de órgão público do país na época, o qual foi meu tutor por dois anos e me ensinou muito além do que aprendi na universidade, já saí atuando como consultor e me firmei ao passar dos anos e das experiências, sempre me atualizando é claro.

Dúvida dois: o que um consultor faz de fato? Muitos, inclusive diretores ainda não tem uma ideia clara do que o consultor faz, eles o confundem com um gerente operacional, tático e até com um gerente de vendas. O consultor é um educador corporativo, ele vai ensinar como a empresa deve trabalhar sem distorções, com as ferramentas profissionais de gestão. Ele vai sugeri-las, demonstrá-las e montar planos de ação de acordo com a realidade da empresa e do mercado inserido. Assim como um médico ele faz um diagnóstico e receita o tratamento, mas cabe ao paciente (empresa) por em prática através dos medicamentos (ferramentas de gestão) tomados na hora e no momento certo. Porém, muitos não entendem esse trabalho estratégico e de suma importância de um especialista com conhecimento e experiência que consulta, daí o nome consultoria.

Mito um: minha empresa vai triplicar o faturamento em uma semana, pois agora tenho um consultor! Quem dera que tudo na vida fosse fácil assim, mas a mentalidade do empresário é imediatista, ele deseja tudo pra ontem e quando ele investe em uma consultoria ele deseja resultado imediato. Porém, o consultor trabalha muito com cultura organizacional algo que não é simples e leva tempo para ser mudado, às vezes inclusive nem se consegue, se a diretoria está aberta e disposta inclusive em investir no que será proposto não tenha dúvida que o resultado virá e serão profundos na organização, mas a maior parte dos resultados são de médio prazo, por isso que uma consultoria leva em média de um a dois anos e depende muito do envolvimento e comprometimento dos líderes da organização.

Mito dois: minha empresa é pequena, só empresas grandes contratam consultorias! Consultoria não é um serviço dos mais baratos, mas geralmente se faz o orçamento levando em consideração o porte da empresa, número de funcionários, faturamento, etc. E as que mais precisam são as novas e pequenas empresa, pois vai ajudá-las a crescer da forma correta evitando muitas perdas e erros. Dessa forma a empresa cresce estruturada. Mas, geralmente as empresas mais antigas e maiores valorizam mais a consultoria, pois já estão mais calejadas pelo caminho e sabem que necessitam de profissionais especializados para ajustar a proporção que a organização tomou.

Ainda há algumas dúvidas e mitos que rondam a consultoria organizacional, mas foquei nos que são mais recorrentes, não tenham dúvida que é uma ótima ferramenta para o sucesso, mas ambos devem estar preparados, consultor e empresa, e ambos devem estar em sintonia para que isso ocorra.

ExibirMinimizar
Digital