10 situações em que um plano de carreira pode salvar sua vida profissional

Seja você um vestibulando, recém formado ou um profissional com anos de atuação no mercado, em algum momento de sua vida profissional, você irá precisar parar, analisar sua carreira e criar um plano para atingir seus objetivos profissionais.

O trabalho é parte importante em nossas vidas, afinal a maioria de nós depende dele para ter uma renda. Mas o trabalho pode ser além disso, além de um gerador de renda. Por esse motivo, muitas pessoas buscam um trabalho que seja também estimulante, um trabalho que aproveite suas habilidades e porque não,que tenha uma harmonia com as outras áreas de sua vida.

Fazer um planejamento de carreira é parte fundamental de nossa jornada profissional, avaliar o rumo que estamos seguindo, se realmente estamos progredindo e se precisamos alinhar algo.

Com um plano de carreiras bem feito, é possível entender e analisar a hora e qual formação fazer, qual pós escolher, à que tipos de empresa e cargos direcionar nossos esforços, quais habilidades desenvolver, e como utilizar nossas habilidades natas a nosso favor.

Seja você um vestibulando, recém formado ou um profissional com anos de atuação no mercado, em algum momento de sua vida profissional, você irá precisar parar, analisar sua carreira e criar um plano para atingir seus objetivos profissionais.

Existe uma frase que se encaixa bem ao analisamos a necessidade ou não de ter um plano de carreira “deixar de planejar é planejar o fracasso”, afinal, para alcançar o sucesso deve-se estar preparado para quando a boa sorte chegar. Ter objetivos claros em mente, nos faz buscar oportunidades para ir em direção a eles.

Mas será que nesse momento da sua carreira, você precisa de um planejamento, de uma revisão e criação de estratégias certeiras?

Seguem 10 situações em que um plano de carreira pode potencializar seus resultados:

1) Está tentando se inserir no mercado de trabalho.

2) Não se sente feliz com seu trabalho atual, seja porque o acha chato, estressante, frustrante, etc.

3) Acha que seu chefe atual não é um bom gerente ou que a administração de sua empresa não é boa o suficiente.

4) Não enxerga um próximo passo em sua carreira, se sente estagnado.

5) Sente que está no trabalho errado e precisa de uma mudança radical.

6) Teme perder o emprego, e não conseguir outro.

7) Está em busca de uma recolocação,

8) Está em vias de aposentadoria, e se interessa em saber a melhor forma de administrar essa transição.

9) Deseja Empreender e criar seu próprio negócio.

10) Quer encontrar uma forma melhor de conciliar as prioridades do trabalho com as de sua vida pessoal, como cuidar dos filhos, viajar menos, ter um horário mais flexível.

Esses são apenas alguns motivos para você pensar em começar agora a criar um plano de carreira, pode ser que você tenha outros motivos, mas o mais importante é saber que com um bom planejamento e estratégias certas, é possível alcançar nossas metas profissionais e mudar nossa história.

Um plano de carreira não precisa ser estático, ele pode mudar, ser alterado conforme você perceba mudanças no que você realmente quer e conforme as mudanças de fase de sua vida. O importante é trazer para o seu consciente o que você realmente quer, e trabalhar para conquistâ-lo, mas é claro que estamos todos permitidos a mudar de idéia a qualquer momento em nome da evolução.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento